S. Miguel do Rio Torto: Actualidade e História

Site de História e Actualidade de S. Miguel do Rio Torto. Toda a informação retirada do blog para quaisquer trabalhos/publicações, o blog deverá ser citado. Por outro lado, comentários anónimos,com nomes fictícios, frases que visem atingir outrem ou palavras menos correctas serão apagados assim que me aperceber da presença no blog.

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Coimbra, Portugal

Natural de S. Miguel do Rio Torto (Abrantes). Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Estágio Profissional no Arquivo Histórico do Concelho de Abrantes. Pós-graduado em Ciências Documentais (Arquivo). Organizou e Inventariou o Arquivo da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Mestre em História - Museologia pela Universidade de Coimbra. Interesses de Investigação: História da vida estudantil, História da Universidade, Patrimónios material e imaterial da vida estudantil. Museu Académico de Coimbra. Autor de vários livros como as biografias de Lucas Junot, Dr. Joaquim Isabelinha e de instituições como o Museu Académico de Coimbra. Trabalho na Galeria Académica do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra.

domingo, dezembro 17, 2006

Professor João Martins Farinha: o Professor Primário que muitos anos ensinou a ler, escrever e fazer contas em S. Miguel do Rio Torto


O Professor João Martins Farinha nasceu em Forcalhos, Concelho de Sabugal e Distrito da Guarda em 17 de Janeiro de 1931, onde frequentou a Escola Primária. Posteriormente foi militar em Lisboa e Coimbra.
Na Guarda concluiu o sétimo ano do Curso Complementar dos Liceus além do Curso do Magistério Primário.
A 1 de Outubro 1958 como Professor Efectivo, veio dar aulas para S. Miguel do Rio Torto onde, no dizer do próprio, era apenas para ficar um ano mas acabou por ficar a vida inteira.
Em S. Miguel do Rio Torto, como Professor Primário ensinou muita gente a ler, escrever e fazer contas tendo, em alguns casos, sido professor dos pais e dos filhos, tendo dado aulas também posteriormente na Tele Escola até à extinção desta e dando aulas até à sua aposentação no início dos anos 90 do Século passado.
Mesmo após a aposentação deu aulas num colégio particular no Estoril e vendeu livros escolares ao serviço de uma Editora de Livros escolares.
Actualmente divide o seu tempo entre S. Miguel do Rio Torto e Oeiras, onde também tem habitação.
Nota: Foto do Autor.

segunda-feira, dezembro 11, 2006

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Texto Introdutório

Devido ao facto da impossibilidade de colocar todas as imagens num único post, foi necessário optar por colocar cada Rua num post e tecer breves palavras acerca destas.
É muito difícil e salvo alguns casos mais específicos (Rua General Avelar Machado eRua João Augusto da Silva Martins) referir desde quando existem, pois as Fontes Históricas disponíveis não nos dão muita informação acerca do assunto e a única Fonte Histórica disponível, são os róis de Confessados e Comungados de S. Miguel do Rio Torto que nos dão uma informação geral dos locais da Freguesia no Século XIX (os de S. Miguel do Rio Torto encontram-se no Arquivo Distrital de Santarém - ver o site em www.iantt.pt/instituto.html?menu=menu_arquivos_distritais&conteudo=arq_santarem&conteudo_nome=arquivo%20Distrital%20de%20Santarem que se situa no Centro Histórico de Santarém, junto do Governo Civil e da "Torre das Cabaças") e que têm as datas extremas: 1859-1897, mas com muitas falhas de anos nestas datas extremas.
Através da análise desta Fonte Histórica, também é possível referir que havia lugares hoje existentes que eram fortemente habitados, casos do Arneiro, Outeiro e Valongo e locais que à época tinham até um considerável número de habitantes mas na actualidade não têm habitantes, caso do Vale de Serranas. Tal como os casos de locais que permanecem com poucos ou nenhuns habitantes e vêm referidos: Portela e Sarnadas.
Ainda há outra Fonte Histórica a que se poderá recorrer no caso dos arruamentos, que são os Registos Paroquiais, no entanto, quando em tempos consultei os que estão no acervo documental do Arquivo Distrital de Santarém relativos a S. Miguel do Rio Torto, a designação dos locais era práticamente a mesma, pelo que não vai adiantar nada.
Certo é que fica uma perspectiva das Ruas de S. Miguel do Rio Torto nestes posts dedicados ao tema.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua do Valongo




A Rua do Valongo, a par da Rua do Outeiro, e do Arneiro, seriam os locais mais importantes de S. Miguel do Rio Torto no Século XIX, pois segundo os Róis de Confessados e Comungados teria muitos fogos e habitantes.

Esta Rua, começa no Largo do Pinheirinho e termina pouco depois da Igreja, no entanto, tem seguimento para o Casal das Sarnadas (local também habitado no Século XIX segundo a mesma Fonte Histórica, a par da Portela que também fica perto).

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Urbanização Vale das Donas



A Urbanização do Vale das Donas, são os terrenos destinados a construção junto do depósito de água de S. Miguel do Rio Torto. Terá esta designação desde os anos oitenta, quando se pretendeu construir naquela zona e recordo-me até de estar exposta uma maquete durante muito tempo com as casas a edificar naquela zona, no entanto revelou-se um projecto utópico, o que, no entanto, não impediu que fossem construidas habitações naquela zona.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Travessa da Igreja



A Travessa da Igreja terá esta designação por se encontrar junto da Igreja de S. Miguel do Rio Torto. Esta Rua está alcatroada e tem dois cruzamentos com a Rua do Valongo.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua das Tangalhanas



A Rua das Tangalhanas ainda não surge designada com este nome nas Fontes Históricas do Século XIX, embora houvesse lugares bem próximos bastante habitados como é o caso do Vale de Serranas (Cf. Róis de Confessados e Comungados).
É outra das entradas de S. Miguel do Rio Torto (para quem vem das Bicas), terminando num cruzamento com a Circunvalação do Parque Desportivo.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua General Avelar Machado



A Rua General Avelar Machado é talvez a Rua mais comprida de S. Miguel do Rio Torto, pois começa junto das Escolas (estão à direita na imagem), atravessa o Largo do Arneiro e termina no Largo do Pinheirinho.

Tem esta designação por o General Avelar Machado ser de Abrantes, pelo menos desde 9 de Outubro de 1909.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua da Fonte



Embora tenha esta designação, esta Rua não tem qualquer fonte (será que teve alguma fonte noutros tempos?). Caracteriza-se por ser em calçada e ter dois cruzamentos, um com o Largo do Arneiro e outro com a Rua Cabeço da Maia.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua do Padre





Em relação à Rua do Padre, serve o texto usado anteriormente para o Canto do Padre (que é um recanto desta Rua). Tem dois cruzamentos com a Rua do Valongo e um com a Rua do Outeiro.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua da Cerâmica



A Rua da Cerâmica vai brevemente mudar de nome, para Rua Sebastião Lino de Almeida, segundo foi aprovado recentemente em Assembleia de Freguesia.
Terá esta designação por se situar junto da antiga cerâmica (ainda lá estão as ruinas desta) de S. Miguel do Rio Torto, que era pertença de Sbastião Lino de Almeida.
Esta Rua é uma das entradas de S. Miguel do Rio Torto (para quem vem de Tramagal), terminando num cuzamento com o Bairro Novo e o Canto das Fróias.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua das Palmeiras




Desconheço porque esta Rua tem esta designação, já que não existem lá palmeiras. No entanto, sempre ouvi dizer aos mais idosos que antigamente esta Rua de S. Miguel do Rio Torto não era habitada.

Começa no Largo do Arneiro e acaba num cruzamento com a Rua Campo da Bola. Caracteriza-se também por ser uma Rua de Calçada.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua Outeiro da Maia




A Rua Outeiro da Maia já surge com esta designação nos Róis de Confessados e Comungados, existindo pelo menos desde 1859.
Tem uma parte em Calçada e outra em alcatrão. Começa num cruzamento coms as Ruas Cabeço da Maia e João Augusto da Silva Martins, cruzando depois a Rua do Outeiro por um lado e por outro, dando acesso a local da aldeia designado de "Barroqueira".

Ruas de s. Miguel do Rio Torto: Rua do Outeiro



A Rua do Outeiro começa no Largo do Pinheirinho e tem continuação para outros locais por estrada de terra batida, além de ter várias travessas e nas imediações uma fonte, designada por Fonte do Outeiro.
O Local do Outeiro já surge designado nos Róis de Canfessados e Comungados de 1859 e a fazer jus ao número de fogos e habitantes seria um dos locais mais importantes da aldeia.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua do Miradouro


É uma das entradas de S. Miguel do Rio Torto e tem esta designação por se encontrar junto do miradouro da aldeia.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Largo do Pinheirinho


O Largo do Pinheirinho é um largo onde se cruzam as Ruas Cabeço da Maia, General Avelar Machado, Outeiro e Valongo.
Caracteriza-se por ter no centro um Fontanário (desde 1957).
Em relação ao Largo do Pinheirinho poderemos referir que se trataria do Centro de S. Miguel do Rio Torto e onde viveriam as famílias mais importantes de S. Miguel do Rio Torto, como se pode observar na arquitectura das casas, já que nesse Largo viviam os Aregas, os Lopes e o que foi muitos anos o Regedor da Aldeia: Firmino Antunes (vulgarmente desinado por Firmino Claro), sendo na casa deste uma das antigas sedes da Junta de Freguesia de S. Miguel do Rio Torto, o telefone público e até a Praça de Táxi.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Largo da Praça


O Largo da Praça, um recanto na Rua General Avelar Machado tem esta designação por ser neste local a antiga Praça de S. Miguel do Rio Torto, isto é, õnde se situava o mercado local de S. Miguel do Rio Torto.
É neste local que está a antiga sede da Junta de Freguesia de S. Miguel do Rio Torto.

domingo, dezembro 10, 2006

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Largo do Arneiro


O Largo do Arneiro é um entroncamento entre as Ruas General Avelar Machado, Rua das Palmeiras, Rua João Augusto da Silva Martins e Rua da Fonte.
Caracteriza-se por ser o largo onde se encontra o edifício sede da Casa do Povo de S. Miguel do Rio Torto (inaugurado a 15 de Julho de 1956).
Era também neste largo que se encontrava um grande poço (mais ou menos a meio) para abastecimento de água da população e onde estava a "roda" que retirava a àgua desse poço que posteriormente terá sido destruida.
Este Largo teria uma certa importância na aldeia, pois além de ser onde estava o poço para abastecimento de água vivia naquele Largo uma das famílias mais importantes de S. Miguel do Rio Torto: os Damas (família do Dr. João José Luís Damas já biografado neste site e que no seu registo de baptismo em 1871 está registado como tendo nascido no local do Arneiro).
Este Local já surge referido nos Róis de Confessados e Comungados desde 1859 e seria um dos locais mais habitados da aldeia, mas que certamente abrangeria outras Ruas hoje existentes que não vinham designadas naquela Fonte Histórica.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua João Augusto da Silva Martins



Esta Rua, vulgarmente designada na nossa aldeia por "Rua do Meio" ou num sentido mais irónico por "Rua do Ouro" tem a designação correcta de Rua João Augusto da Silva Martins desde a década de trinta do século passado, em homenagem ao Indutrial da Companhia de Moagem de Abrantes que era natural de S. Miguel do Rio Torto.
Esta Rua começa no Largo do Arneiro e termina num cruzamento com a Rua Cabeço da Maia e a Rua Outeiro da Maia.
É em Calçada à Portuguesa.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua das Escolas


A Rua das Escolas tem esta designação recente, é alcatroada, fica junto das escolas e dá acesso ao Centro Social Paroquial de S. Miguel do Rio Torto.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Circunvalação do Parque Desportivo


A Circunvalação do Parque desportivo é o arruamento que envolve o ringue de S. Miguel do Rio Torto. Terá esta designação devido ao ringue e presume-se que seja designado desta forma desde que há ringue em S. Miguel do Rio Torto: 1978. Uma obra elaborada pela população de S. Miguel do Rio Torto através de trabal~ho voluntário e que terá sido inaugurada neste ano.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Canto do Padre


O Canto do Padre é uma zona da Rua do Padre onde no Século XIX moraria o Pároco de S. Miguel do Rio Torto. Na imagem, o muro em ruina é o que resta da habitação do Pároco no Século XIX. Nos Róis de Confessados e Comungados não surge a designação de Canto do Padfre ou Rua do Padre mas o pároco que ali residia surge entre a população que está incluida no local de Outeiro.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Canto das Fróias




O Canto das Fróias não aparece mencionado em qualquer Fonte Histórica mas tem esta designação. Tem uma parte em alcatrão e outra em Calçada. É um elo de ligação entre a Rua da Fonte e o Bairro Novo. Tem também um fontanário que não funciona (na imagem está tapado por uma viatura).

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua Campo da Bola




A Rua Campo da Bola deve o seu nome por se encontrar nesta Rua o Campo de Futebol Farinha Pereira em S. Miguel do Rio Torto. Grande parte da Rua está em calçada, no entanto, uma parte ainda está em terra batida.
Deconheço também desde quando tem esta designação ou está habitada, sendo certo que os Róis de Confessados e Comungados não a mencionam.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Rua Cabeço da Maia




A Rua Cabeço da Maia caracteriza-se por ter ainda a "Calçada à Portuguesa" e por atravessar uma parte da aldeia, começando no Largo do Pinheirinho e terminando numa confluência com a actual Rua da Cerâmica (que brevemente será Rua Sebastião Lino de Almeida).
Desconheço desde quando existe esta Rua com esta designação, no entanto, nos Róis de Confessados e Comungados de S. Miguel do Rio Torto do Século XIX não surge esta Rua.

Ruas de S. Miguel do Rio Torto: Bairro Novo



O Bairro Novo terá sido construido durante o tempo em que Sebastião Lino de Almeida era Presidente da Junta, numa zona de S. Miguel do Rio Torto que até então não era habitada, mais ou menos na década de quarenta do Século passado.
Estão estas duas imagens do Bairro Novo, sendo importante salientar que o Bairro Novo tem as suas ruas com números em vez de nomes, facto que em meu entender deverá ser corrigido.

segunda-feira, dezembro 04, 2006

Figuras Importantes de S. Miguel do Rio Torto: Francisco Mata


Imagem de Francisco Mata no "Diário Popular" de 16 de Abril de 1983
É certo que já ficou para trás o tema "Figuras importantes de S. Miguel do Rio Torto" com 4 Biografias, no entanto, havia mais duas pessoas importantes que eu queria introduzir mas não tinha muitas informações nem imagens destas: o atleta Manuel Faria (falecido em 2004) e o Jornalista Francisco Mata, de que se ocupa este post.
Francisco Mata nasceu na Freguesia de S. Miguel do Rio Torto, mais própriamente no Largo da Estação em 1915.
Cedo deve ter partido para Lisboa para estudar Histórico-Filosóficas na Faculdade de Letras da Unversidade de Lisboa, tendo-se Licenciado nesta área. Contudo a profissão que vai exercer sempre é a de jornalista, tanto nos jornais, como na rádio e até na TV.
Na Televisão era Francisco Mata (muito conhecido por Xico Mata) que escrevia os textos do programa de João Villarett.
Na Rádio, colaborou na Emissora Nacional com os programas "Domingo Sonoro" e "Vozes do Mundo".
Nos Jornais, colaborou em "A Bola", "Diário de Notícias", no "Século" (foi correspondente deste periódico em Paris na década de 50 do século passado) e no "Diário Popular".
Por outro lado, anda no mundo da Comunicação foi correspondente da BBC.
Devido à sua actividade de Jornalista conviveu com nomes bastante conhecidos como: Hemingway, Bogart e Eusébio (pois era Benfiquista).
Além disso, no campo político era membro do PCP.
Faleceu em Lisboa a 15 de Abril de 1983 devido a doença cardiovascular com 67 anos, tendo sido sepultado no dia 17 de Abril no Cemitério do Alto de S. João em Lisboa.
Nota: As informações tal como a imagem foram retiradas do "Diário Popular" de 16 de Abril de 1983.
Nota 1: Um agradecimento especial ao Dr. Henrique Estrada por me ter informado deste periódico onde constava a informação de Francisco Mata.