S. Miguel do Rio Torto: Actualidade e História

Site de História e Actualidade de S. Miguel do Rio Torto. Toda a informação retirada do blog para quaisquer trabalhos/publicações, o blog deverá ser citado. Por outro lado, comentários anónimos,com nomes fictícios, frases que visem atingir outrem ou palavras menos correctas serão apagados assim que me aperceber da presença no blog.

A minha foto
Nome:
Localização: Coimbra, Coimbra, Portugal

Natural de S. Miguel do Rio Torto (Abrantes). Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Estágio Profissional no Arquivo Histórico do Concelho de Abrantes. Pós-graduado em Ciências Documentais (Arquivo). Organizou e Inventariou o Arquivo da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Mestre em História - Museologia pela Universidade de Coimbra. Interesses de Investigação: História da vida estudantil, História da Universidade, Patrimónios material e imaterial da vida estudantil. Museu Académico de Coimbra. Autor de vários livros como as biografias de Lucas Junot, Dr. Joaquim Isabelinha e de instituições como o Museu Académico de Coimbra. Trabalho na Galeria Académica do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra.

sexta-feira, novembro 17, 2006

Cronologia de S. Miguel do Rio Torto


NOTA: A imagem foi retirada do site da Câmara Municipal de Abrantes em: http://www.cm-abrantes.pt/ na parte respeitante à Freguesia de S. Miguel do Rio Torto.
Antes de começar a cronologia própriamente dita, convém referir que esta cronologia nunca está terminada, pois à medida que vão surgindo factos dignos de registo, estes vão sendo acrescentados.
Por outro lado, uma vez mais afirmo que não é sabendo datas e decorando-as que se sabe História (tal como saber os reis de cor e salteado: isso não interessa para nada, é uma ideia errada que se continua a ter da História), o que interessa são os factos, tal como as causas e consequências destes. Por isso repito, a cronologia á um auxiliar da História apenas não é para se estar a decorar datas.
Importa também referir que os dados inscritos na cronologia foram resultado de investigações minhas, baseados em obras de Eduardo Campos ou em periódicos locais.
CRONOLOGIA DE S. MIGUEL DO RIO TORTO
1248 - Em Outubro, o topónimo Rio Torto Surge num documento.
1365 - Em Março, outro documento refere o topónimo Rio Torto.
1378 - Em Janeiro, um documento refere o monte onde actualmente se situa S. Miguel do Rio Torto.
1613 - São de 1613 os Registos Paroquais mais antigos até agora conhecidos da Freguesia de S. Miguel do Rio Torto, o que prova que em 1613 já é Freguesia. Estes registos encontram-se na Torre do Tombo.
1646 - Com a criação das Companhias de Ordenanças por D. João IV, com vista à defesa do território nacional, foi criada em S. Miguel do Rio Torto a Companhia S. Miguel, comandada por António Rodrigues Manaia.
1691 - Nasceu Dona Ana de Lorena, filha do 1 º Marquês de Abrantes que viria a ser donatária de S. Miguel do Rio Torto.
1707 - Segundo o Livro das Fintas (Imposto da época moderna), S. Miguel do Rio Torto já é Freguesia, embora já o seja anteriormente devido aos registos paroquais de 1513
1712 - Segundo a primeira edição da "Corografia Porguesa" do Padre Carvalho da Costa, tem 150 fogos.
1755 - No terramoto de 1 de Novembro, em S. Miguel do Rio Torto também houve estragos, pois segundo as memórias paroquiais algumas casas ficaram com fendas nas paredes.
1758 - Segundo as memórias paroquiais, tem 201 casas e 691 moradores. A Donatária é Dona Ana de Lorena.
1761 - Faleceu Dona Ana de Lorena, que era a Donatária de S. Miguel do Rio Torto.
1807 - Durante a 1 ª Invasão Francesa, as tropas de Junot terão "visitado" S. Miguel do Rio Torto.
1822 - Através de um decreto que cria as Assembleias Eleitorais do Concelho, S. Miguel do Rio Torto é uma das Assembleias.
1837 - S. Miguel do Rio Torto é um dos círculos eleitorais do Concelho de Abrantes
1839 - Surgem os primeiros conflitos pelos limites geográficos entre S. Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo.
1841 - Numa Sessão da Câmara Municipal de Abrantes, são definidos os limites de Freguesias entre S. Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo
1842 - Como Assembleia Eleitoral, S. Miguel do Rio Torto abrange: S. Facundo, Pego, Bemposta e Tramagal.
1849 - Segundo o Recenseamento Nacional tem 269 fogos, 894 habitantes (423 homens e 471 mulheres), 28 nascimentos (12 homens e 16 mulheres), 20 óbitos (9 homens e 11 mulheres) e 6 casamentos.
1854 - Em S. Macário é estabelecido um posto de Saúde contra a cólera.
1859 - Segundo os Róis de Confessados e Comungados de S. Miguel do Rio Torto, a partir desta data a Freguesia tinha os seguintes lugares: Areias, Arneiro, Arreciadas, Arifana, Bicas, Campos, Casal de Frades, Fonte do Vale, Lameiras, Maiorga, Outeiro, Outeiro da Maia, Quintas, São Macário, Sarnadas, Vale das Donas, Valongo, entre outros. De realçar que estes locais eram habitados.
1862 - A 2 de Dezembro ocorre um grande acidente na ponte do Rio Torto que originou mortos e feridos.
1862 - Segundo as Estatísticas Paroquiais tinha 336 fogos e 1265 habitantes.
1864 - Segundo a Estatística Civil tinha 1362 habitantes.
1864 - A 1 de Dezembro são extintas as irmandades das Almas e de Nossa Senhora da Piedade em S. Miguel do Rio Torto.
1867 - A 10 de Dezembro com a nova circuscrição dos Distritos Administrativos, S. Miguel é uma Freguesia Eclesiástica com 332 fogos.
1868 - A Junta de Paróquia de S. Miguel do Rio Torto é composta pelos seguintes elementos: Padre José dos Santos Duarte Marques (Presidente), Manuel Rodrigues Alfaiate (Vogal), José Joaquim de Oliveira Cabedal (Vogal), Justo Rodrigues (Secretário), Manuel Joaquim de Oliveia (Regedor).
1871 - Nasce em S. Miguel do Rio Torto, no lugar de Arneiro o Dr. João José Luís Damas, que seria médico e Republicano, tendo sido deputado na Assembléia da República durante a Primeira República, tendo nesta condição apresentado no Parlamento a proposta de elevação de Abrantes a cidade que foi aprovada.
1874 - A Junta de Paróquia de S. Miguel do Rio Torto é composta pelos seguintes elementos: Padre José dos Santos Duarte Marques (Presidente), Manuel Rodrigues Alfaiate (Vogal), José Joaquim de Oliveira Cabedal (Vogal), Justo Rodrigues (Secretário), Manuel Joaquim de Oliveira (Regedor).
1875 - Segundo o Dicionário Corográfico de Pinho Leal, tem 250 fogos.
1878 - Segundo o Censo Nacional tem 1582 habitantes.
1882 - Na distibuição das posturas rurais e urbanas na Freguesia, o Vereador da Câmara Municipal de Abrantes João José Soares Mendes ficou responsável por S. Miguel do Rio Torto.
1885 - Em Julho, populares dão vivas à República e hasteiam a bandeira Republicana em S. Miguel do Rio Torto.
1887 - Em Julho, nasceu am Carvalhal (Freguesia de S. Miguel do Rio Torto) Henrique Augusto da Silva Martins, Industrial e Presidente da Câmara Municipal de Abrantes.
1889 - Há uma crise de varíola em S. Miguel do Rio Torto que provoca várias mortes.
1890 - Segundo os Censos deste ano teria 410 fogos e 1756 habitantes.
1892 - Em Novembro, o Rei D. Carlos e a Raínha Dona Amélia foram cumprimentados pelas autoridades na Estação (Freguesia de S. Miguel do Rio Torto).
1894 - No dia 4 de Abril, nasce na moagem (Freguesia de S. Miguel do Rio Torto) o Dr. António Augusto da Silva Martins.
1896 - A Junta de Paróquia de S. Miguel do Rio Torto é composta por: Padre José Martins da Conceição (Presidente), Zeferino Lopes Tarouco (Vogal), José de Oliveira Cabedal (Vogal), José de Oliveira Costa (Vogal), Manuel João Ferreira (Secretário), Manuel de Oliveira Cabedal (Tesoureiro), Manuel da Costa (Regedor).
1897 - É composta a Comissão Republicana em S. Miguel do Rio Torto.
1899 - Greve em S. Miguel do Rio Torto na fábrica de rolhas de António Martinho da Costa.
1899 - A Assembleia Eleitoral de S. Miguel do Rio Torto abrange: S. Miguel do Rio Torto, Pego, Bemposta e Tramagal.
1900 - Segundo o Censo deste ano tem 558 fogos e 2216 habitantes.
1901 - Em Novembro, durante umas eleições para a Junta de Paróquia não foi constituida mesa de voto devido a pequenas irregularidades.
1902 - Em Janeiro, após eleições, toma posse a nova Junta de Paróquia presidida por Manuel Fernandes Gaio, coadjuvado por Fernando José Pequeno e Manuel de Oliveira Cabedal.
1903 - Em Carvalhal (Freguesia de S. Miguel do Rio Torto), é inaugurada a "Moagem Afonso XIII" de João Augusto da Silva Martins que contou com a presença do Rei de Espanha Afonso XIII.
1903 - Em Agosto, é criada a primeira Escola oficial em S. Miguel do Rio Torto.
1908 - Nas Eleições para a Junta de Paróquia os Republicanos vencem em S. Miguel do Rio Torto.
1909 - No dia 9 de Outubro, em S. Miguel do Rio Torto, foi inaugurada a Rua General Avelar Machado.
1910 - No dia 5 de Outubro, com a Implantação da República, Manuel Fernandes Pequeno, grande vulto do Republicanismo em S. Miguel do Rio Torto hasteou a bandeira republicana na varanda da sua casa.
1911 - Segundo os Censos tem 653 fogos e 2499 habitantes.
1912 - Funciona em S. Miguel do Rio Torto o Centro Republicano Rio Torto.
1913 - A Junta de Freguesia é composta pelos seguintes elementos: Manuel Fernandes Pequeno (Presidente), Fernando José Pequeno (Vice Presidente), César Alves Cardoso (Vogal), José Domigos Catroga (Secretário), Joaquim Lopes de Oliveira (Tesoureiro).
1917 - A Junta de Freguesia é composta pelos seguintes elementos: Joaquim Ventura (Presidente), Manuel Lopes de Oliveira Júnior (Vice-Presidente), César Alves Cardoso (Vogal), Manuel João Ferreira (Secretário).
1918 - A Assembleia Eleitoral de S. Miguel do Rio Torto é anexada à de Rossio ao Sul do Tejo.
1919 - No dia 11 de Março, Manuel Fernandes Pequeno toma posse como Vereador da Câmara Municipal de Abrantes.
1919 - João Lopes Gaio é Presidente da Junta de Freguesia de S. Miguel do Rio Torto.
1920 - Segundo os Censos tem 787 fogos e 2577 habitantes.
1922 - Durante umas eleições em Janeiro, a mesa eleitoral de S. Miguel do Rio Torto não funciona.
1930 - A 12 de Dezembro nasce na Freguesia de S. Miguel do Rio Torto Manuel Faria, que se sagrou campeão de Atletismo.
1930 - Segundo o Censo tem 995 fogos e 3315 habitantes.
1930 - Faleceu em Lisboa o Dr. António Augusto da Silva Martins.
1931 - Em Dezembro, foi realizada em S. Miguel do Rio Torto a Conferência de S. Vicentede Paulo.
1932 - Em Janeiro, é inaugurada a Rua João Augusto da Silva Martins e feita uma homenagem ao Dr. António Augusto da Silva Martins.
1932 - É inaugurada em S. Miguel do Rio Torto a primeira cabine de Telefone.
1933 - Em Março, nos resultados das eleições de Aprovação da Constituição, em S. Miguel houve 879 votos a favor, 199 votos de aprovação tácita e não houve totos contra.
1933 - Em Abril, está em reparação a estrada entre o Rio Torto e a sede de Freguesia que estava degradada e não era reparada desde que fora contruída no tempo da monarquia.
1933 - Em Abril, a Escola Oficial de Arreciadas está quase concluida.
1933 - As Festas de S. Miguel em honra de Nossa Senhora da Conceição foram em 23, 24 e 25 de Setembro.
1933 - Em Dezembro, prosseguem os trabalhos de captação de água nas nascentes do Vale das Dona para abastecer as Lameiras, Vale das Donas, Carvalhal e Rossio.
1934 - No dia 2 de Janeiro sob proposta de Henrique Augusto da Silva Martins, deu nome de grandes vultos da nacionalidade a algumas escolas do Concelho, entre as quais a de Arreciadas que passou a chamar-se Escola Dr. António de Oliveira Salazar.
1934 - No dia 11 de Janeiro, foi inaugurada a primeira sede da Casa do Povo de S. Miguel do Rio Torto cuja sede se situava na primeira Travessa da Rua do Outeiro e teve como primeiro Presidente Henrique Augusto da Silva Martins.
1934 - Em Fevereiro estão concluídos os trabalhos de organização da Casa do Povo e estão constituidos os corpos Sociais desta: Assembleia Geral: Presidente: Henrique Augusto da Silva Martins, Vice Presidente - Manuel Fialho da França Machado, Vogal - José Carlos de Almeida. Direcção - Presidente - Manuel alves Arega, Secretário - Firmino Cardoso, Tesoureiro - Alfredo de Aguiar Pereira Frazão.
1934 - No dia 27 de Fevereiro é publicada no Diário do Governo (2 ª Série, páginas 835 e 838) uma Portaria que nomeia uma Comissão para se proceder à delimitação das Freguesias de S. Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo.
1934 - No dia 19 de Outubro, é publucada no Diário do Governo (1 ª Série, página 1889) o Decreto-lei n º 24574 que nunca tendo sido revogado ainda está em vigor.
1934 - Neste ano, é inaugura em S. Miguel do Rio Torto a Rua João Augusto da Silva Martins.
1934 - Em Novembro, é creado um Posto de Registo Civil que funcionará em Carvalhal, junto à Estação de Caminho de Ferro.
1934 - Em Novembro, houve eleições para a Assembleia Nacional e que em S. Miguel 276 votantes, votaram na Lista da União Nacional.
1934 - Em Novembro, em Arrifana, é inaugurada a Rua João Augusto da Silva Martins.
1935 - Em Janeiro é Inaugurada a Rua João Augusto da Silva Martins em Arrifana.
1935 - Em Fevereiro, foi eleita uma nova Direcção para a Casa do Povo: Assembleia Geral: Presidente - Henrique Augusto da Silva Martins, Vice Presidente - Manuel Fialho da França Machado, Vogal - Firmino Cardoso. Direcção: Presidente - José Carlos de Almeida, Secretário - Mateus Lourenço Alfaiate, Tesoureiro - Joaquim Augusto Jacinto.
1935 - Nas Eleições para Presidente da República, em 514 inscritos na Freguesia, votaram 487.
1936 - Em Setembro funcionou na Casa do Povo um Curso Nocturno subsidiado pelo Estado, além de também estarem abertas as inscrições para a "Legião Portuguesa" na Casa do Povo.
1936 - Em Outubro, surge uma primeira notícia sobre a equipe de Futebol de S. Miguel do Rio Torto, em que o Futebol Clube Lameirense, das Lameiras, se deslocou a S. Miguel e S. Miguel perdeu 3-2, além de referir que o s. Miguel também se deslocou a Alferrarede, onde defrontou os Dragões de Alferrarede num jogo que terminou empatado 3-3. A partir daqui, só em 1942 voltaremos a ter notícias de futebol da equipe de S. Miguel.
1936 - Em Dezembro, a cerca da Escola Primária das Arreciadas está quase completa.
1937 - A fonte da Amieira está em construção, segundo imagem da Monografia Abrantes-1937 do Dr. Henrique Miranda Vasconcelos Martins de Carvalho.
1937 - A partir deste mês as escolas primárias da Freguesia passarão a ter cruxifixos.
1938 - A 22 de Agosto faleceu o Dr. João José Luís Damas.
1938 - Em Novembro, um forte temporal causou muitos estragos em S. Miguel do Rio Torto.
1939 - Em Janeiro, houve cinema ambulante em S. Miguel do Rio Torto, com uma Sessão de Propaganda Nacionalista organizada pelo SPN e pela Casa do Povo com o filme "Revolução de Maio".
1939 - A 30 de Março foi publicado o Decreto-lei n º 29506 em que a Câmara Municipal de Abrantes é obrigada a ceder 1400 metros quadrados de terreno para a construção da nova sede da Casa do Povo de S. Miguel do Rio Torto.
1939 - Em Abril, são inaugurados os abastecimentos de água em Carvalhal, Lameiras e Arrifana, com a presença do Governador Civil e demais autoridades civis e militares.
1939 - No dia 16 de Abril, é inaugurada pelo então Ministro das Obras Públicas, Eng. º Duarte Pacheco a Escola Dr. António Augusto da Silva Martins, em Arrifana.
1939 - No dia 13 de Agosto é apresentada publicamente a Filarmónica de S. Miguel do Rio Torto, que tocou nas festas do Castelo e o Regente era João Horácio Mineiro.
1940 - Segundo os Censos, tem 1077 fogos e 3851 habitantes.
1940 - Em Janeiro, a Banda da Casa do Povo de S. Miguel do Rio tortodeu um concerto de boas festas à população e esteve a tocar na estação onde chegou uma delegação governamental e se encontrava o Presidente da Câmara.
1941 - É constituida a Cooperativa Agrícola Rio Torto.
1941 - Um grande ciclone provoca estragos em S. Miguel do Rio Torto.
1942 - Em Novembro, nasce na Rua da Fonte o Dr. Eduardo Catroga.
1945 - Em Julho, nasce na Rua da Fonte o Professor Fernando Catroga.
1949 - Foi inaugurado o edifício da Junta de Freguesia de S. Miguel do Rio Torto.
1952 - No dia 25 de Abril, foi inaugurada a iluminação pública em S. Miguel do Rio Torto.
1956 - No dia 15 de Julho, foi inaugurada a nova sede da Casa do Povo de S. Miguel do Rio Torto que contou com a presença do então Ministro das Corporações, Dr. Henrique Veiga de Macedo.
1957 - Foi instalado o fontanário no Largo do Pinheirinho.
1958 - Durante as eleições presidenciais a que concorreu Humberto Delgado houve confusão em S. Miguel do Rio Torto.
1958 - Foi colocado como professor primário em S. Miguel do Rio Torto o Professor João Martins Farinha.
1972 - Em Dezembro é criada a delegação da Casa do Povo de S. Miguel do Rio Torto em Arreciadas.
1975 - No dia 6 de Abril é inaugurado o Campo de Tiro de S. Miguel do Rio Torto.
1978 - Foi inaugurado o Ringue de S. Miguel do Rio Torto, uma obra construida pela população.
1979 - A maior cheia de sempre atinge S. Miguel do Rio Torto, dobretudo a Arrifana, pois a água chegou a entrar na Igreja Matriz e no cemitério.
1986 - último ano que funcionou a Tele-escola em S. Miguel do Rio Torto.
1991 - Maria José Oliveira substitui Joaquim Texugo na presidência da Junta.
1993 - O Dr. Eduardo Catroga é Ministro das Finanças, mantendo-se no Cargo até 1995.
1994 - Ana Maria Catroga substitui Maria José Oliveira como Presidente da Junta.
1996 - Obras de repavimentação da estrada Municipal S. Miguel do Rio Torto/Arrifana (que chegaram apenas ao cemitério e não à Arrifana). Durante estas obras foi destruida a Fonte da Mina.
1997 - Joaquim Lopes substitui Ana Maria Catroga como Presidente da Junta.
1998 - No dia 5 de Outubro o Professor Fernando Catroga é condecorado com a Ordem de Santiago pelo Presidente da República.
2001 - Manuel Matos Gomes substitui Joaquim Lopes como Presidente da Junta.
2003 - O Professor Fernando Catroga ascende a Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
2003 - No início de Agosto um grande incêndio pôs em perigo S. Miguel do Rio Torto.
2003 - Em Dezembro, o periódico A Nossa Terra Natal é extinto sendo incorporado no periódico Nova Aliança.
2004 - Faleceu Manuel Faria, campeão de atletismo.
2004 - No Diário da República de 27 de Maio (3 ª Série, pag. 11138) vem o Diploma Legal que instaura a Bandeira, Brasão e Selo da Freguesia de S. Miguel do Rio Torto.
2005 - É repavimentada a estrada Municipal entr S. Miguel do Rio Torto e Bicas.
2005 - Foi inaugurada a nova sede da Junta de Freguesia de S. Miguel do Rio Torto.
2005 - A 27 de Outubro tomou posse a nova Junta de Freguesia liderada por Maria de Lurdes Almeida Botas.
2005 - Eleições para a Casa do Povo em que venceu a única lista apresentada a escrutínio em 17 de Dezembro.
2006 - A 2 de Janeiro tomou posse a nova Direcção da Casa do Povo recentemente eleita.
2006 - A 29 de Janeiro nevou em S. Miguel do Rio Torto.
2006 - Em Janeiro foi retirado o contador da água da Fonte do Cemitério de S. Miguel do Rio Torto onde se vinha abastecer práticamente todo o Concelho de Abrantes, deixando assim de ser um local de abastecimento de água.
2006 - Em Fevereiro, a Junta de Freguesia comunicou à população que em Abril estava prevista a primeira fase de alcatroamento de Ruas em S. Miguel do Rio Torto.
2006 - Em Maio, começou a primeira fase de alcatroamento de ruas em S. Miguel do Rio Torto.
2006 - A 10 de Junho o Dr. Eduardo Catroga foi condecorado pelo Presidente da República com a Ordem de Cristo.
2006 - Em Julho, foram concluidos os trabalhos e entrou em funcionamento a conduta elevatória entre o Vale das Donas e S. Miguel do Rio Torto.
2006 - Entre 19 de Agosto e 3 de Setembro, foi feita uma exposição fotográfica na Sede da Junta de Freguesia sobre o tema "o Fogo", com imagens do fotófrafo profissional Rogério Oliveira e que foram captadas em S. Miguel do Rio Torto durante o incêndio de Agosto de 2003.
2006 - A 9 de Setembro foi oficialmente inaugurado o Centro Social Paroquial de S. Miguel do Rio Torto com a presença das seguintes entidades: Bispo de Portalegre e Castelo Branco, Pároco de S. Miguel do Rio Torto, Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Presidente da Junta de Freguesia de S. Miguel do Rio Torto e Secretário de Estado da Segurança Social, entre outros.
2006 - Em Outubro, numa Assembleia de Freguesia é decidido que a Rua da Cerâmica passará a chamar-se Rua Sebastião Lino de Almeida.
2006 - De 11 a 15 de Dezembro houve uma exposição de Artesanato na sede da Junta de Freguesia de S. Miguel do Rio Torto integrada na Semana Social.
2007 - A 22 de Janeiro foi inaugurado o novo edifício da Extensão do Centro de Saúde de Abrantes em S. Miguel do Rio Torto, com a presença do Director da ARS de Santarém, Dr. Fernando Afoito, entre outros.
2007 - Em Janeiro, foi feita a pintura exterior do Depósito de Água de S. Miguel do Rio Torto.
2007 - O periódico "O Ribatejo", na edição de 15 de Junho, no espaço "Rota das Freguesias", tem uma ampla reportagem sobre a Freguesia de S. Miguel do Rio Torto.
2007 - Em Setembro, foi adjudicada a empreitada da segunda fase de requalificação dos arruamentos da aldeia e sede de Freguesia.
2007 - Em finais de Setembro foram as comemorações centenárias da Freguesia de S. Miguel do Rio Torto. Facto que contou com o içar da bandeira ao som da banda de Rossio ao Sul do Tejo, o mercado medieval, missa campal, cerimónias oficiais com a homenagem aos professores primários que leccionaram na Freguesia, exposição de bordados, animação de rua com grupo de gaiteiros, houve petisco com "porco no espeto" e noite de fados.
2007 - Em Outubro, começou a segunda fase de requalificação dos arruamentos de S. ;Miguel do Rio Torto.
2007 - Em Novembro, o n º 10 da Revista de História Local de Abrantes "Zahara", nas memórias paroquiais, foi dedicado a S. Miguel do Rio Torto, visto tratar-se da Freguesia que se seguia pela ordem alfabética.
2008 - No dia 2 de Abril, a Ministra da Educação, Dr. ª Maria de Lurdes Rodrigues, esteve na Escola Básican º 1 de S. Miguel do Rio Torto para proceder à conclusão do projecto Mocho XXI.
2008 - No dia 20 de Abril o Orfeão Abrantino actuou na Capela de S. Miguel do Rio Torto.
2008 - Em Setembro, houve as festas da Freguesia de S. Miguel do Rio Torto.
2008 - No dia 27 de Setembro, no Âmbito das Festas da Freguesia, pela primeira vez, houve uma Serenata de Coimbra em S. Miguel do Rio Torto, com o Grupo de Canto e Guitarra de Coimbra.
2008 - No dia 13 de Dezembro, Rui Lopes, natural de S. Miguel do Rio Torto, lançou o seu primeiro livro "Lucas Junot: o estudante brasileiro que cantou Coimbra - fotobiografia" em Coimbra. Posteriormente, seria também apresentado em S. Miguel do Rio Torto, no edifício das escolas primárias.
2009 - No dia 5 de Março, Rui Lopes, natural de S. Miguel do Rio Torto, apresentou o seu livro na Biblioteca António Botto - Abrantes, cerimónia que contou com Fados de Coimbra pelo grupo de Canto e Guitarra de Coimbra do Centro Cultural Regional de Santarém.
2009 - No dia 12 de Março, o livro de Rui Lopes foi apresentado na Residência Oficial do Embaixador do Brasil em Portugal, cerimónia em que foi anfitrião o Sr. Embaixador do Brasil em Portugal, Dr. Celso Vieira de Souza e que contou com a presença do corpo diplomático do Brasil em Portugal, terminando com uma Serenata de Coimbra pelo grupo "Porta Férrea".
2009 - No dia 3 de Junho, em Coimbra, na Livraria Almedina, o Professor Doutor Fernando Catroga, natural de S. Miguel do Rio Torto lançou o seu livro: Os Passos do Homem como restolho do tempo. Memória e fim do fim da História. Com a chancela da Livraria Almedina.
2009 - No dia 2 de Novembro tomou posse a Junta de Freguesia liderada por Helena Isabel de Matos Martinho.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial