S. Miguel do Rio Torto: Actualidade e História

Site de História e Actualidade de S. Miguel do Rio Torto. Toda a informação retirada do blog para quaisquer trabalhos/publicações, o blog deverá ser citado. Por outro lado, comentários anónimos,com nomes fictícios, frases que visem atingir outrem ou palavras menos correctas serão apagados assim que me aperceber da presença no blog.

A minha foto
Nome:
Localização: Coimbra, Coimbra, Portugal

Natural de S. Miguel do Rio Torto (Abrantes). Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Estágio Profissional no Arquivo Histórico do Concelho de Abrantes. Pós-graduado em Ciências Documentais (Arquivo). Organizou e Inventariou o Arquivo da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Mestre em História - Museologia pela Universidade de Coimbra. Interesses de Investigação: História da vida estudantil, História da Universidade, Patrimónios material e imaterial da vida estudantil. Museu Académico de Coimbra. Autor de vários livros como as biografias de Lucas Junot, Dr. Joaquim Isabelinha e de instituições como o Museu Académico de Coimbra. Trabalho na Galeria Académica do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra.

domingo, novembro 05, 2006

As Memórias Paroquiais de S. Miguel do Rio Torto







Já anteriormente, no blog antigo tinha sido publicado um post com as Memórias Paroquiais de S. Miguel do Rio Torto que, no entanto, não tinha publicadas as imagens destas (imagens retiradas do site da Torrte do Tombo). No entanto, cumpre-me referir que as imagens devem-se começar a ler da que está em baixo para a que está em cima.
Estas "memórias paroquiais" foram uma consequência do Terramoto de 1755, pois o Marquês de Pombal quis que fossem conhecidos os estragos do terramoto e nada melhor do que um questionário a que todos os párocos estavam obrigados a responder, ficando no entanto em branco as questões para as quais não havia resposta.
Seguidamente vem a transcrição do Documento.

Nota: as imagens das memórias paroquiais foram retiradas da página da Torre do Tombo em: www.iantt.pt



MEMÓRIAS PAROQUIAIS

Sendome prezentez e por mim bem vistos os interrogatorioz impressoz que por ordem do Excelentissimo Reverendissimo Senhor Bernardo Antonio de Mello Ozorio Bispo deste Bispado da Guarda me foram remetidos para dizer o que conhecem esta aldeya de Sancto Miguel, em revista a cada hum destez bem indagadaz as circunstanciaz da predicta aldeya a este repeito seguem do modo seguinte.

Aldeya de Sancto Miguel

1 - Esta situada na Provincia de alem tejo sugeita ao governo de armaz da Extremadura, pertence ao Bispado da Guarda, a Comarca de Tomar, ao termo de Abrantez, Freguezia de Sancto Miguel do Rio Torto.

2 - He de donatario e de prezente o hé a Excelentissima Senhora Donna Anna de Lorena, Duqueza Camareyra Mor.

3 - Tem Duzentoz hum vezinhoz e seiscentez e noventa e huma pessoaz.

4 - Está situada em monte, deste se descobre a Villa de Abrantez, que lhe dista meya légoa, e tambem se descobre o logar de Monte Alvo, que lhe dista légoa e meya, e também o logar do Pego que lhe dista huma légoa.

5 - Nam ha a dizer nem maez que as anteriorez.

6 - A parochia está fora do logar, tem duas aldeyas. Huma tem por nome Sancto Miguel, a outra Bicaz.

7 - O orago da Parochia he Sancto Miguel, tem cinco altarez, o de Sancto Miguel, o de Nossa Senhora do Socorro, o de Nossa Senhora do Rozário, o de Espirito Sancto e o das Almaz, nam tem navez, tem a irmandade das almaz.

8 - O Parrocho de Cura da aprezentação do Vigairo de Sancto Joam Bauptista da Villa de Abrantez tem de renda cincoenta mil reiz.

13 - Tem trez ermidaz, a de Nossa Senhora da Conceiçam, está dentro do logar, pertence a Dona Maria Bernardina Seca, a do Senhora da Boa Morte, já fora do logar, pertence ao reverendo Manoel Alves Seco, a de Sancto Joam Bauptista, esta fora do logar, pertence ao Doutor Reverendo Joam Bernardez da Villa de Abrantez.

15 - Os fructos que se colhe em mayor abundancia he azeyte.

16 - Está Sugeita ao governo da camara e maez justissaz da Villa de Abrantez.

20 - Servesse do correio da Villa de Abrantez qui lhe dista meya légoa.

21 - Dista da cidade capital do Bispado vinte e oyto légoaz e da de Lisboa capital do Reyno vinte e quatro

26 - No terramoto de 1755 padeceram algumas paredez de algumaz cazaz. aberturaz que se acham reformadaz.

27 - Nam ha que responder aos interrogatorioz da segunda parte.

Terceyra parte

1 - Junto a esta terra corre um rio chamado Rio Torto, tem o seu nascimento onde chamam o padram, termo da Villa de Abrantez.

2 - Nam he caudalloso em seu nascimento e todo anno tem corrente.

5 - Quando ha copiozaz chuvas he arrebatado.

6 - Corre do nascente para o poente.

7 - Cria peixez miudoz a que chamam barbiscoz.

8 - Todo anno se pesca nelle.

9 - Suaz pescariaz sam livrez em todo anno.

10 - Suaz margenz sam cultivadaz, o arvoredo em mayor quantidade he de fructo.

11 - Suaz agoas nam tem virtude particular.

12 - Sempre conserva o mesmo nome com que nasse, de Rio Torto, e nunca teve outro nome.

13 - Morre no Rio Torto e o citio onde se encerra nele chamasse Naveyros.

16 - tem muinhoz e lagarez de azeyte.

18 - Os povoz uzam de suaz agoas livremente, pera cultura dos dos campos.

19 - Tem duaz légoaz de corrente, corre por dezerto.

20 - Nam tem couza notavel.

Nam [????] esta aldea e a freguezia de S. Miguel da qual advertida nos interrogatorioz do que as descriptaz.

S. Miguel do Rio Torto. 20 de Mayo de 1758.

O Cura Padre Luiz da Costa

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial