S. Miguel do Rio Torto: Actualidade e História

Site de História e Actualidade de S. Miguel do Rio Torto. Toda a informação retirada do blog para quaisquer trabalhos/publicações, o blog deverá ser citado. Por outro lado, comentários anónimos,com nomes fictícios, frases que visem atingir outrem ou palavras menos correctas serão apagados assim que me aperceber da presença no blog.

A minha foto
Nome:
Localização: Coimbra, Coimbra, Portugal

Natural de S. Miguel do Rio Torto (Abrantes). Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Estágio Profissional no Arquivo Histórico do Concelho de Abrantes. Pós-graduado em Ciências Documentais (Arquivo). Organizou e Inventariou o Arquivo da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Mestre em História - Museologia pela Universidade de Coimbra. Interesses de Investigação: História da vida estudantil, História da Universidade, Patrimónios material e imaterial da vida estudantil. Museu Académico de Coimbra. Autor de vários livros como as biografias de Lucas Junot, Dr. Joaquim Isabelinha e de instituições como o Museu Académico de Coimbra. Trabalho na Galeria Académica do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra.

domingo, novembro 12, 2006

Figuras Importantes de S. Miguel do Rio Torto: João Augusto da Silva Martins


Embora não esteja nas melhores condições, é a única foto que tenho de João Augusto da Silva Martins.
João Augusto da Silva Martins nasceu em S. Miguel do Rio Torto, na Rua que hoje tem o seu nome (Rua do meio), embora eu não saiba a data concrecta do seu nascimento, deverá ter sido mais ou menos em meados do Século XIX.
Desde tenra idade começou a trabalhar e foi um self made man já que conseguiu construir uma das grandes empresas da região ainda no Século XIX: a moagem, em Carvalhal (entre a Arrifana e a Estação), mais conhecida por Companhia de Moagem de Abrantes.
Era um monárquico fervoso que a sua moagem foi muito tempo a Companhia de Moagem Afonso XIII, tendo tido a visita do Rei de Espanha com este nome no início do Século XX.
A moagem sobreviveu à Implantação da República e João Augusto da Silva Martins faleceu no início da Década de 20 do Século passado e foi sepultado no cemitério paroquial de S. Miguel do Rio Torto, num jazigo mandado construir pela sua viúva que se encontra do lado esquerdo do cemitério se estivermos de frente para o cemitério. Na Década de 30, foi unaugurada em S. Miguel do Rio Torto a Rua com o seu nome.
Ainda em relação a João Augusto da Silva Martins, cumpre referir que foi pai de 3 pessoas importantes:
- o Dr. António Augusto da Silva Martins, Médico, campeão de tiro e combatente na Grande Guerra (Tenente Médico) onde foi condecorado com a Torre e Espada. Além disso, foi amigo pessoal do Professor Egas Moniz (futuramente prémio Nobel da Medicina - 1949). Tem hoje o seu nome na Rua Principal de Rossio ao Sul do Tejo e o Busto no Jardim do Castelo de Abrantes. Por outro lado o Dr. António Augusto da Silva Martins é pai de outra pessoa importante: o Professor Doutor Gentil Martins, célebre por fazer as operações aos gémeos siameses.
- João Augusto da Silva Martins Júnior, que foi um republicano activo e esteve envolvido na Abrilada de 1925 (o ensaio do 28 de Maio de 1926). Publicou a obra António Martins - in memoriam, dedicado ao seu irmão António Augusto da Silva Martins aquando da morte deste.
- Henrique Augusto da Silva Martins, Monárquico assunmido e apoiante fervoso de Salazar e do Estado Novo (em 1925, ainda durante a vigência da primeira República terá feito um discurso sobre a raça Lusitana). Foi o primeiro Presidente da Casa do Povo de S. Miguel do Rio Torto em 1934. Durente práticamente as décadas de 30 e 40 do Século passado foi o Presidente da Câmara Minicipal de Abrantes, tendo também inaugurado a Fonte da Amieira em meados dos anos 30.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial