S. Miguel do Rio Torto: Actualidade e História

Site de História e Actualidade de S. Miguel do Rio Torto. Toda a informação retirada do blog para quaisquer trabalhos/publicações, o blog deverá ser citado. Por outro lado, comentários anónimos,com nomes fictícios, frases que visem atingir outrem ou palavras menos correctas serão apagados assim que me aperceber da presença no blog.

A minha foto
Nome:
Localização: Coimbra, Coimbra, Portugal

Natural de S. Miguel do Rio Torto (Abrantes). Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Estágio Profissional no Arquivo Histórico do Concelho de Abrantes. Pós-graduado em Ciências Documentais (Arquivo). Organizou e Inventariou o Arquivo da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Mestre em História - Museologia pela Universidade de Coimbra. Interesses de Investigação: História da vida estudantil, História da Universidade, Patrimónios material e imaterial da vida estudantil. Museu Académico de Coimbra. Autor de vários livros como as biografias de Lucas Junot, Dr. Joaquim Isabelinha e de instituições como o Museu Académico de Coimbra. Trabalho na Galeria Académica do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra.

terça-feira, janeiro 02, 2007

Rol de Confessados e Comungados de S. Miguel do Rio Torto de 1859



ROL DE 1859

Portela: 3 fogos e 9 habitantes
Sarnadas: 2 fogos e 4 habitantes
Valongo: 62 fogos e 198 habitantes
Arneiro: 77 fogos e 275 habitantes
Outeiro da Maia: 4 fogos e 16 habitantes
Cova da Maia: 7 fogos e 17 habitantes
Vale de Serranas: 18 fogos e 61 habitantes
Outeiro: 46 fogos e 133 habitantes
Bicas: 29 fogos e 80 habitantes
Arreciadas: 23 fogos e 78 habitantes
Vale de Cortiças: 13 fogos e 48 habitantes
Salvadorinho: 5 fogos e 20 habitantes
Parrada: 8 fogos e 20 habitantes
S. Macário: 1 fogo e 7 habitantes
Areias de Cima: 1 fogo e 6 habitantes
Areias de Baixo: 3 fogos e 16 habitantes
Arrifana: 1 fogo e 5 habitantes
Campo: 1 fogo e 1 habitante
Celão: 1 fogo e 3 habitantes

A minha contagem final deu 305 fogos e 991 habitantes, no entanto, a do pároco deu 302 fogos e 970 habitantes.
Como nota final o Pároco tem o seguinte:
Todos comprirão com o preceito quaresmal de confissão e comunhão esta quaresma de 1859. Eu igualmente satisfiz o preceito quaresmal, que certifico e juro, sendo necessário in fide parochii.
20 de Junho de 1859, Padre Guilherme de Morais Reina.

Nota: foto do autor do documento existente no Arquivo Distrital de Santarém após autorização verbal da Directora da Instituição.
A foto é apenas da primeira folha do Rol.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial